Momentos com maior volume de vendas são grandes desafios para o varejo e podem representar excelentes ganhos ou perdas lastimáveis, tudo dependerá da infraestrutura e da gestão à frente das datas sazonais. Em 2021, o número de reclamações, apenas nas primeiras 24 horas da Black Friday, foi maior em 20% se comparado com o ano anterior, segundo o Reclame Aqui.

Isto quer dizer que muitas lojas, físicas e online, estão deixando não somente de lucrar mais, mas de fidelizar clientes e construir uma presença sólida no mercado. Com isso em vista, criamos este artigo para mostrar os principais erros na Black Friday de 2021 e como a sua empresa pode entregar mais agilidade na cadeia produtiva e uma experiência positiva para os clientes.

Principais erros na Black Friday de 2021

 

Atrasos na entrega

Com 20,94% das reclamações, esse foi o principal problema enfrentado na Black Friday de 2021. Isso representa uma quebra de expectativa muito grande para o cliente, o que diminui as chances dele realizar uma nova compra e se tornar um advogado da marca.

Para momentos como esses, além de contar com uma gestão mais eficiente e estratégica, o que envolve a adoção de máquinas em perfeito estado e próprias para impressões de alto volume, é importante contar com um parceiro capaz de atender certas demandas, como é o caso do outsourcing de impressão, concentrando todos os processos em uma única operação.

Escolha uma empresa que forneça desde máquinas, até  insumos e serviços de manutenção eficientes.

Propaganda enganosa

Com a expectativa alta para as vendas, algumas empresas acabam exagerando e não cuidando para manter a integridade em suas divulgações. Casos de propaganda enganosa são recorrentes e aumentam nessa época do ano.

Para evitar esses problemas e retaliações ainda maiores, além da perda de confiança dos clientes, mantenha sempre a comunicação visual impecável. Faça a impressão correta de cartazes e etiquetas, contando sempre com uma dupla verificação.

Aqui, a dica para um parceiro de outsourcing de impressão também é válida, já que os seus funcionários podem demandar mais atenção para a verificação de preços e condições expostas nas lojas físicas, e até online, enquanto a produção de cartazes e etiquetas fica nas mãos de um especialista.

Problemas tecnológicos

Em problemas tecnológicos, estorno do valor pago (8,93%) e problemas na finalização da compra (5,7%) apareceram em terceiro e quarto lugar nas reclamações.

Claro que cada empresa enfrenta esses problemas por motivos diferentes, mas a maioria está em uma otimização de processos, bem como em uma tecnologia que suporte uma grande quantidade de acessos simultâneos.

E é preciso estar de olho para não deixar que problemas como esses atrapalhem as vendas. O cliente quando se depara com esse tipo de situação, tende a não confiar na marca. Uma dica aqui é apostar em uma atenção redobrada na produção e liberar os profissionais certos para verificar o pleno funcionamento tecnológico da sua loja, especialmente quando falamos em compras online.

Produto errado

Pedir por um produto e receber outro causa uma grande frustração, sem contar a dor de cabeça para solicitar a troca do produto. Com 5,6% das reclamações, esse problema foi o quinto da lista, segundo o Reclame Aqui.

Esse tipo de erro tende a acontecer porque as lojas ainda possuem tecnologias restritas e não investem em automatização de processos. Quando focamos em deixar o processo o mais redondo possível e utilizando tecnologias para otimizar a produção, as chances de erros humanos são reduzidas.

Um exemplo é a utilização do DANFE Simplificado, no lugar do DANFE convencional. Tanto para evitar o envio errado de produtos, como para agilizar a entrega.

Quer saber mais como otimizar os processos da sua loja, seja física ou online, e não perder clientes neste ano? Fale com a gente, sem compromisso.

Leia também: Omnichannel no varejo: estratégias para adotar no seu negócio


Os dados contidos neste texto foram extraídos do Reclame Aqui, representando o período de 12h de 24/11/2021 às 12h de 26/11/2021.